Agende uma consulta
  • captcha

Papanicolau

Um exame simples que pode salvar vidas

O que é o papanicolau?

O papanicolau, também chamado de colpocitologia oncótica, é um exame que avalia as celulas vaginais e do colo uterino. O papanicolau é um exame de rastreamento para câncer de colo de útero. Ele também pode detectar algumas infecções vaginais e alterações pré-cancerosas do colo do útero. O colo do útero é a parte do útero que se encontra intravaginal, no fundo da vagina, que se abre quando temos um parto vaginal e também por onde o sangue menstrual escoa do útero para a vagina.

Por que fazer este exame?

O exame de papanicolau é muito importante pois consegue detectar o câncer de colo de útero numa fase precoce e até mesmo alterações das células cervicais (do colo uterino) que podem vir a se tornar um câncer. Se realizado regularmente, diminui a taxa de mortalidade e morbidade do câncer de colo de útero, portanto é um exame que pode salvar vidas.

Quem deve ser submetido ao exame de papanicolau?

Deve ser iniciado a partir do inicio da atividade sexual e realizado regularmente. Após os 65 anos, se houver 3 exames anteriores normais, pode-se cogitar parar a realização do exame, sempre consultando um médico.

Como é o exame?

O exame de papanicolau consiste em obter celulas vaginais e cervicais (do colo uterino), através de uma espatula e uma pequena escova. Para conseguir visualizar o colo uterino, realiza-se o exame ginecologico com a colocação do especulo, um aparelho que se assemelha a um “bico de pato”, como mostra a figura abaixo. Estas celulas serão visualizadas por um patologista, através de um microscópio.

 

 

Se quiser mais informações sobre exame ginecológico, assista o vídeo abaixo:

 

 

Com que frequencia deve ser realizado?

Inicialmente deve ser realizado todo ano. Se estiverem normais e nao houver fator de risco para cancer de colo de útero, esta frequência poderá ser espaçada, mas você deve sempre consultar o seu médico para isto.

Quais os fatores de risco para câncer de colo de útero?

  • – Infecção pelo HPV
  • – Antecedente de infeccão sexualmente transmissivel
  • – HIV
  • – Multiplos parceiros sexuais
  • – Imunossupressão (uso de corticoide, quimioterapia, etc.)
  • – Inicio de atividade sexual antes dos 18 anos

Qual o preparo para a coleta do papanicolau?

A paciente deverá ficar dois dias sem:

  • – Atividade sexual
  • – Usar tampão vaginal (absorvente interno)
  • – Usar cremes vaginais
  • – Realizar ducha vaginal

Deve-se evitar a coleta na presença de sangramento vaginal e corrimento.