Agende uma consulta
  • captcha

O tabagismo e o o câncer

O tabagismo é uma das causas de morte mais preveníveis no mundo ocidental, com cerca de metade de todos os fumantes vindo a falecer devido a alguma doença relacionada ao cigarro. As principais doenças que podem levar os fumantes à morte são a doença pulmonar obstrutiva crônica, a doença arteriosclerótica cardiovascular (infartos e “derrames”), e também o câncer.

Quando se pensa em câncer relacionado ao uso do tabaco em geral se pensa em câncer de pulmão, porém o ato de fumar está relacionado ao desenvolvimento de diversos tipos de cânceres, dentre eles o câncer colorretal, de cabeça e pescoço, de esôfago, de colo uterino, de estômago, de pênis, pancreático, renal, de pulmão, de trato urinário baixo, de pleura, de ovário, além de leucemia mielóide.

A cessação do tabagismo leva à uma diminuição do risco de morte prematura, e quanto mais cedo isso ocorrer, maior é o benefício. Há diminuição do risco de câncer mesmo em pacientes que já desenvolveram algum tipo de tumor relacionado ao cigarro, já que a parada do tabagismo previne o aparecimento de tumores secundários, ou o ressurgimento do tumor já tratado.

A combinação do tabagismo com etilismo, especialmente de bebida destiladas, aumenta ainda mais a chance do surgimento de câncer, especialmente de cabeça e pescoço, esôfago e estômago.

O uso do cigarro durante o tratamento do câncer também pode ser extremamente ruim. É sabido que pacientes com tumores de cabeça e pescoço que continuam fumando durante o tratamento com radioterapia possuem uma sobrevida menor do que aqueles que param antes do início do tratamento. Muito provavelmente isto também é verdade para outros tumores, uma vez que a radiação depende da presença de oxigênio para ter uma maior efetividade.

Parar de fumar é difícil, porém extremamente necessário. Para quem para não há apenas benefício na diminuição da incidência de doenças, mas na própria qualidade de vida, com o ex-tabagista ganhando  disposição, voltando a sentir cheiros e sabores. Em nosso país, o programa de controle do Tabagismo e Outros Fatores de Risco de Câncer é coordenado e executado pelo INCA (http://www.inca.gov.br/tabagismo/), que oferece um telefone para àqueles que necessitem de ajuda para deixar este vício (0800-61-1997).