Agende uma consulta
  • captcha

Hiperplasia Prostática Benigna

A Hiperplasia Prostática Benigna (HPB) é a proliferação benigna das células prostáticas. Ë muito comum entre os homens estimando-se ser  sintomática em 30 % deles maiores que 50 anos . Por se localizar logo abaixo da bexiga e envolver a uretra, a próstata aumentada pode comprimir a uretra, diminuindo o seu calibre e dificultando ou impedindo a passagem da urina.

O quadro clínico se caracteriza por:

– sintomas obstrutivos: jato fraco, gotejamento terminal , micção prolongada, esvaziamento incompleto da bexiga, retenção urinária ( incapacidade de urinar) aguda e recorrente.

– sintomas irritativos:disúria ( ardência para urinar) , noctúria( acordar à noite para urinar), polaciúria( aumento da frequência miccional) , urgência e incontinência urinária.

O diagnóstico é definido pelo quadro clínico sugestivo associado a exame físico ( incluindo toque retal ) , exames de sangue ( PSA) e  ultra-som  de vias urinárias e próstata. Outros exames como teste urodinâmico , urofluxometria e cistoscopia  podem ser necessários a depender do caso.

O tratamento pode ser medicamentoso nos casos leves (Doxasozina, Tansulsina e Finasterida) e  cirurgico nos casos mais graves: retenção urinária persistente e refratária ao tratamento clínico, infecções urinárias freqüentes, dilatação do sistema urinário, sangramento urinário persistente e associação de cálculos ou divertículos na bexiga.