Agende uma consulta
  • captcha

Estou com dor mamária – o que eu faço?

O que é a dor mamária?
A dor mamária, também chamada de mastalgia, é a dor que acomete as mamas. Trata-se de uma queixa muito comum de consultório do especialista. Acredita-se que possa acometer até 70% das mulheres durante a vida.

Por que ela acontece?
Sabemos, médico e paciente, que sensibilidade nas mamas associada ao período menstrual é algo muito comum. A dor mamária vai além, é uma dor que atrapalha a paciente, podendo interferir inclusive nas atividades diárias (como o trabalho, por exemplo).

A dor mamária pode estar associada a uma série de fatores, sendo os mais importantes o uso de sutiãs inadequados para o tamanho das mamas, o estresse, o ganho de peso, a ingestão excessiva de cafeína. Existem também causas externas de dor mamária, que chamaremos de causas extra-mamárias, como dores musculares e osteomusculares, quadros infecciosos e abscessos mamários.
Por conta da localização das mamas, próximas a região das costelas e suas articulações, por vezes pode ser difícil a paciente distinguir qual a origem da dor.

A dor mamária é associada ao câncer de mama?
A dor mamária raramente é o primeiro sintoma do câncer de mama; ainda assim, é o grande temor das pacientes. Por isso, recomenda-se a avaliação de um especialista, que poderá auxiliar na realização de exames direcionados (se forem necessários), bem como diagnosticar e estabelecer um tratamento.

Existe alguma medicação que trate a dor mamária?
Sim, mas seu uso é quase de exceção, pois a maior parte das pacientes não irá necessitar de nenhuma medicação específica. Novamente, uma boa consulta com seu médico, um bom exame físico, e a realização de exames simples podem tranquilizar a paciente e levar a uma grande melhora nos sintomas.