Agende uma consulta
  • captcha

Epicondilites do Cotovelo

Tal lesão ocorre nas protuberâncias ósseas do cotovelo, quando na parte interna chamamos de epicondilite medial, quando na face externa, epicondilite lateral. É a causa mais comum de dor no cotovelo. Em geral, ocorre em indivíduos de 35 a 55 anos e os mais atingidos são os que fazem esforços repetitivos e intensos como digitadores, esportistas ( tenistas e golfistas) e profissionais da limpeza.

Tais movimentos nos músculos do antebraço e cotovelo, provocam inflamação local e degeneração. Dor, fraqueza muscular e incapacidade funcional são os principais sintomas. Diante deste, quadro é fundamental procurar o especialista.

O diagnóstico é essencialmente clínico , mas pode-se solicitar exames como ultra-som ou ressonância magnética para avaliar o grau das lesões.

O tratamento inicia-se com repouso da articulação, analgésicos orais, gelo e fisioterapia. Medidas preventivas como correção do gesto esportivo, adequação da posição do corpo e braço diante do computador e técnicas de alongamento e reforço muscular são fundamentais para evitar novas crises.

A acupuntura e infiltração local são boas alternativas. A cirurgia só é recomendada nos casos refratários após meses de tratamento. Consiste em ressecar o tecido degenerado e realizar microperfurações ósseas para melhor cicatrização local.