Agende uma consulta
  • captcha

Descolamento de Retina

descolamento-de-retina

Descolamento de Retina ocorre por separação da retina da parede posterior do olho, havendo diminuição da nutrição deste tecido e degeneração celular, que pode causar sérios prejuizos a visão se não tratado a tempo.

CAUSAS

São fatores de risco para o desenvolvimento desta patologia:

  • Míopes com altos graus
  • Pacientes com familiares com descolamento de retina
  • Olhos que sofreram traumas
  • Olhos com inflamações oculares
  • Diabetes
  • Tumores oculares

SINTOMAS

Inicialmente, os pacientes percebem aumento dos pontos pretos flutuantes ”moscas volantes” com flashes de luz espontâneos.

Com passar das horas, pode aparecer sombra ou perda da visão periférica em parte da visão. A progressão da sombra pra região central pode levar a perda da visão total se não tratada a tempo.

DIAGNÓSTICO

Quanto mais rápido o paciente com sintomas procurar assistência oftalmológica, maior a possibilidade de reversão do quadro.

O médico oftalmologista pode diagnosticar esta patologia com exames de mapeamento de retina e ultrassonografia ocular.

TRATAMENTO

Em casos de pequena área de retina descolada, o médico pode ser realizar a fotocoagulação da retina para a cicatrização dela. Porém, na grande maioria dos casos, é necessário a cirurgia.

Existem 3 tipos de cirurgias que permitem o reposicionamento da retina:

  • Retinopexia pneumática: Colocação de um gás que forma uma bolha na cavidade ocular.
  • Introflexão escleral: Fixação de anel de silicone ao redor do olho.
  • Vitrectomia: Substituição do humor vítreo por soluções salinas ou óleo de silicone.

PREVENÇÃO

A melhor prevenção é realizar exames oftalmológicos de rotina anuais, certificando da integridade da retina e bem como realizar tratamentos preventivos necessários.