Agende uma consulta
  • captcha

Cirurgia Robótica: Futuro ou Realidade?

 

O que é Cirurgia Robótica?

Cirurgia robótica é o nome do procedimento minimamente invasivo em que o cirurgião manipula um sistema operacional chamado robô ( Da Vinci) e, com este, realiza a cirurgia.

Diferentemente das outras cirurgias minimamente invasivas, o cirurgião não precisa estar com as pinças cirúrgicas nas mãos para manipulá-las. As pinças ficam acopladas ao robô e seus movimentos são determinados pelo médico posicionado junto a um  dispositivo de comando a distância chamado Console.

Como os cirurgiões comandam o robô?

Os cirurgiões ficam posicionados sentados junto ao console e com uma visão em 3 dimensões do sítio cirúrgico, movimentando suas mãos e dedos ( polegar e indicador) conectados ao aparelho .

Os movimentos feitos pelo cirurgião no console são exatamente os mesmos movimentos que as pinças robóticas (que estão no interior do paciente) realizam, mas com duas a diferenças/vantagens importantes :

  • O robô filtra os tremores do cirurgião
  • As pinças podem se movimentar em 7 graus de liberdade permitindo melhor acesso e manipulação de  órgãos , vasos e nervos

Clique abaixo para assistir  a vídeo mostrando o cirurgião suturando:

 

 

Quais são as principais  vantagens da cirurgia robótica?


Vantagens para o cirurgião

  • visão em 3 dimensões em alta definição com possibilidade de zoom em até 10x.
  • permite melhor acesso e manipulação de órgãos, nervos e vasos.
  • filtro de tremor das mãos.

Essas vantagens se traduzem na prática em maior precisão cirúrgica.

Vantagens para o paciente

  • Menor dor no pós operatório
  • Menor incidência de infecção
  • Menor perda de sangue
  • Menor incidência de hérnia incisional ( hérnia através da incisão)
  • Recuperação geral mais rápida
  • Regresso mais rápido a atividade profissional
  • Cicatriz cirúrgica menos visível. ( Vantagem Estética)

Veja abaixo o vídeo para ilustrar a precisão dos movimentos

 

Quais são principais desvantagens?

  • Custo de implantação e uso do equipamento.
  • Necessidade de treinamento do cirurgião.

Quais são as cirurgias robóticas em Urologia?

  • Câncer de Próstata – Prostatectomia Radical Robótica
  • Câncer de Bexiga- Cistectomia Radical, Cistectomia Parcial
  • Câncer de Rim – Nefrectomia Radical e  Nefrectomia Parcial
  • Doenças renais benignas- Nefrectomia Simples
  • Estenose de JUP (Junção Uretero Piélica)  – Pieloplastia ( Correção de Estenose de JUP)
  • Refluxos Vésico- Ureterais – Reimplantes Ureterais

Cirurgia Robótica: Futuro  ou Realidade?

Inicialmente um projeto para cirurgias a distância, a cirurgia robótica pelas suas vantagens foi logo sendo utilizada na prática diária.

A primeira Cirurgia Robótica em Urologia foi realizada na Alemanha no ano 2000. Desde então , as técnicas cirúrgicas se aperfeiçoaram e surgiram  inovações que resultaram em um crescimento exponencial nos últimos anos em todo o mundo.

Em Urologia, a cirurgia robótica já está consolidada . Nos Estados Unidos, ela é a principal forma para o tratamento do Câncer de próstata .Segundo o Instituto Nacional do Cancer (National Cancer Institute), nos Estados Unidos , 86% das prostatectomias radicais são robóticas e 14% para as outras cirurgias ( prostatectomia aberta , laparoscópica e perineal).

No Brasil , três hospitais contam com essa tecnologia desde 2008 (Hospital Sírio Libanês, Hospital Israelita Albert Einstein e Hospital Alemão Oswaldo Cruz). Entretanto o custo pouco mais elevado do procedimento ainda restringe seu uso a uma parcela pequena da população e limita seu crescimento.