Agende uma consulta
  • captcha

Candidíase Vaginal

A Candidíase é uma das infecções genitais mais frequentes. Aproximadamente 75% das mulheres ja tiveram pelo menos uma vez este tipo de  infecção durante a vida. Ela é causada por um fungo presente normalmente em pequenas quantidades na mucosa vaginal e no trato digestivo. Este fungo se prolifera quando o meio se torna favorável para o seu desenvolvimento, como por exemplo, quando há alteração da acidez da vagina ou alterações hormonais.  A candidíase não é considerada uma doença sexulamente transmissível mas sua incidência aumenta em mulheres com relações sexuais frequentes.

 

Diagnóstico

Pode ser feito com pesquisa do fungo na secreção vaginal. No entanto, a cultura da secreção vaginal nem sempre é útil pois a candida pode estar presente normalmente na vagina, sem causar infecções.  Deve se correlacionar com a clínica da paciente.

 

Sintomas

Os sintomas são coceira intensa, corrimento branco e grumoso, com aspecto de “leite coalhado”. A vulva pode ficar avermelhada, inchada, com fissuras e pode haver dor durante a relação sexual, além de ardor para urinar.

 

Fatores de predisposição

Os fatores que predispõe ao aparecimento da candidíase são: diabetes, uso de antibióticos, gravidez, obesidade e imunodepressão (por exemplo, por uso de corticóides), entre outras.

 

Tratamento

Pode ser realizado por antifúngicos tanto por via oral como por via vaginal.

Para alívio dos sintomas pode se realizar banho de assento com chá de camomila frio ou gelado, várias vezes ao dia.

 

Orientações para evitar infecções vaginais:

  • Usar roupas arejadas, evitar roupas justas
  • Realizar higiene adequada
  • Evitar calcinhas de tecidos sintéticos
  • Evitar uso diario de protetores de calcinha