Agende uma consulta
  • captcha

Câncer de Próstata: Dúvidas e Mitos

O Câncer de Próstata é atualmente reconhecido como um dos principais problemas médicos da população masculina. Estima-se que 1 em cada 6 homens (18%) desenvolverá a doença ao longa da vida.
No Brasil , excetuando os tumores de pele não- melanomas , o tumor de próstata é o tipo de Câncer mais freqüente em todas as regiões.

Como evitar o Câncer de Próstata? (Prevenção Primária)

Os mecanismos causadores do Câncer de próstata não estão muito bem esclarecidos pela medicina até o momento. Por essa razão não se sabe ao certo o que deve ser feito para evitar o Câncer.

Alguns estudos mostram associação entre dieta rica em gordura animal e a incidência do câncer de próstata Enquanto obesidade está associada a tumores de próstata mais agressivos.

Portanto como prevenção primária é sugerido dieta pobre em gordura animal e combater a obesidade.

Mito: Não é verdade que uso de Finasterida evita o Câncer de Próstata. O seu uso está associado a efeitos colaterais indesejados e estudos mostraram que o em pacientes que utilizaram dessa medicação, o tumor é mais agressivo no momento do diagnóstico.

Como detectar precocemente a doença? (Prevenção Secundária)

Esse é o aspecto mais importante da prevenção do Câncer de próstata . O Câncer de próstata é pouco sintomático , por isso o paciente deve procurar o medico anualmente para fazer o rastreamento do Câncer de próstata mesmo sem “sentir nada”.

A razão disso é que se descoberto nas fases iniciais do Câncer (Câncer localizado) as chances de cura são superiores a 90% , bem diferentes se diagnosticado nas fases avançadas da doença em que a cura deixa de ser o objetivo principal do tratamento.

Quando o homem deve iniciar as consultas anuais?

A incidência do Câncer de próstata está muito relacionada a idade sendo Três quartos dos tumores diagnosticados em pacientes acima de 65 anos.

A incidência desse tumor começa a aumentar a partir dos 45 anos é por isso que – Todo homem com idade acima de 45 anos deve fazer o check-up anual da próstata com o Urologista.

Para aqueles pacientes que tiveram pais ou irmãos com Câncer de Próstata a chance de ter a doença é 2 a 5 vezes maior que os outros homens por isso devem iniciar o check-up de próstata aos 40 anos.

Como rastrear o Câncer de próstata? O que é o check-up Urológico?

O rastreamento do Câncer é feito através do toque retal e do exame de sangue chamado PSA como medidas iniciais e biópsia de próstata em caso de suspeita da presença do tumor.

Toque retal

O Urologista ao fazer o toque retal procura identificar nodulações, áreas endurecidas e o tamanho e limites da próstata.

A presença dessas nodulações ou áreas endurecidas sugerem a presença de tumor que deve ser confirmada com biópisa da próstata.

O toque retal de um médico não Urologista , não treinado para tal não tem valor.

PSA

O PSA , antígeno prostático específico , está aumentado na maioria dos casos de câncer de próstata . O seu valor numérico absoluto , o seu valor em relação ao tamanho da próstata (densidade do PSA) , o seu valor relativo (PSA livre/PSA total ) e sua elevação com o passar do tempo (velocidade do PSA) são alguns dos parâmetros usados pelo Urologista para identificar alguma anormalidade na próstata. Na presença de qualquer anormalidade do PSA o Urologista deve indicar a biópsia da próstata para fazer o diagnóstico.

Biópsia da Próstata

Em casos de suspeita de tumor de próstata (PSA ou Toque retal alterado ) deve-se proceder a biópsia transretal guiada por Ultra-som . O exame tem como objetivo a retirada de alguns fragmentos (normalmente 12 framentos) da próstata que serão enviados ao medico Patologista para avaliação no microscópico.

O exame pode ser feito com auxilio de anestesia local ou geral e exige preparo com antibioticoprofilaxia adequada.

O resultado dessa biópsia é que definirá o diagnóstico do tumor.

Mitos:
O Ultra-som de próstata não tem qualquer benefício no check-up Urológico com objetivo de rastreamento do tumor de próstata.
Não existe até o momento exame que substitua o toque retal . O exame de sangue PSA não substitui o toque retal e deve ser feito em conjunto com o toque retal para correto rastreamento.

Após o diagnóstico do Câncer de Próstata o que deve ser feito?

Feito o diagnóstico , o medico deverá avaliar a extensão da doença (Estadiamento) através de exames complementares . A depender da extensão da doença é que serão indicados os tratamentos . (leia mais sobre isso no texto Abathon “Como decidir o tratamento do Câncer de Próstata?)

Mensagem final:

Embora bastante incidente o Câncer de Próstata se diagnosticado nas fases iniciais tem cura . Aos homens com mais de 45 anos , procure um medico Urologista para check-up Urológico anual.